Nosso Produto

Mesa de Sinuca = Mesa de Jantar

mesa sinuca jantarSolicite um orçamento

Casa nova? Dicas de como pintá-la

A mudança para um novo imóvel é sempre motivo de muita alegria. Todos os detalhes são pensados com muito cuidado, inclusive a pintura.

Antes de escolher a tinta, separar os pincéis, rolos e colocar a mão na massa, conheça algumas dicas para deixar os espaços com a sua cara.

Truques e detalhes que fazem toda a diferença, segredos que somente os pintores profissionais conhecem e que agora serão compartilhados:

 pintar casa nova

A procura da tonalidade perfeita

Mesmo que você compre vários litros de tinta de uma mesma marca e cor, os lotes das latas podem gerar alterações nas tonalidades. Uma técnica muito utilizada por profissionais é misturar o conteúdo de todas elas num mesmo recipiente, para igualar os tons.

 

Cuidado com os plásticos

A maioria das pessoas, quando vão pintar seus apartamentos, opta por forrar o chão e os móveis ao redor com plásticos. É nesta hora que podem ocorrer muitos acidentes, pois, além do plástico ser muito escorregadio, contribui para a sujeira ser levada para outros cômodos do imóvel, já que a tinta demora a secar quando está sobre esse material. Utilize sempre papelões, pois eles absorvem a tinta fresca e secam mais rapidamente.

 

O clima influencia

É muito importante conferir a previsão do tempo, mesmo se a pintura for na parte interna do imóvel, pois o clima muito úmido prejudica a secagem da tinta. Porém, caso o clima esteja excessivamente seco, a tinta não espalha muito bem, podendo gerar manchas nas paredes do apartamento. O ideal é um clima ameno, com umidade relativa do ar acima de 10%, para gerar um resultado eficaz no seu lar.

 

Rodapés

Para a pintura não afetar os acabamentos, como o rodapé e o rodateto, normalmente é aplicada sobre eles uma fita crepe larga, porém, na maioria dos casos, ela acaba desgrudando em algumas partes, nem que seja apenas nas pontas. Para evitar que isso aconteça, os pintores costumam passar um pano seco e limpo nestes locais antes de aplicar a fita, para não deixar nenhuma poeira e, após a fita ser aplicada, reforçar a fixação, passando uma régua.

 

*Por: Carolina Fabri

 

Usando Cores Preparadas na Hora

É sempre aconselhável a utilização de tinta sem cores já prontas para evitar uma (bem provável) dor de cabeça.

Infelizmente a paleta de cores prontas oferecidas no mercado não é vasta, o que nos leva a recorrer aos chamados “Sistemas Self Color” no qual escolhemos a cor desejada dentre uma enormidade de opções de cores. Seja qual for o fabricante, sigam sempre à risca essas recomendações:

1º Ao escolherem a cor desejada prestem bastante atenção na cor base que inicia cada linha da paleta. No papel pode não parecer, mas esta cor vai, SIM, ser predominante. Um exemplo: Tinta acrílica Suvinil cor ‘Fio Metalizado’. Aparentemente na paleta ela é um cinza claro, mas observe que a cor base é o lilás. Então, quando aplicada na parede do seu apartamento, a tinta ficará cinza porém com nuances em lilás;

2º Não arrisquem! Não acreditem naqueles potinhos pequenos de cores usados para teste. Dependendo da tinta, até a base utilizada é diferente. Ou seja, seu dinheiro jogado fora;

3º Tinta aplicada em cima de outra cor que não seja o branco, modifica, SIM!;

4º Optem sempre pela base fosca, além de mais elegante, é ótima para esconder imperfeições na parede;

5º Esta dica é super importante: antes de irem até uma loja mandar fazer sua tinta, liguem antes para o 0800 o fabricante e peçam uma lista das lojas na sua região que fizeram recentemente a calibragem da máquina que mistura as tintas. Acreditem, se vocês mandarem fazer 3 galões de tintas em 3 lugares diferentes utilizando o mesmo código de cor, não se assustem se no final tiverem nas mãos tonalidades 3 diferentes de tinta. A calibragem garante uma maior aproximação com a cor mostrada na paleta. Mesmo que a loja indicada fique um pouco distante, vale muito a pena o sacrifício;

6º Sempre passem uma lixa leve na parede antes da nova aplicação. Mesmo que seu pintor preguiçoso diga que não precisa, insistam!;

7º Pensando no dia-a-dia, reservem sempre um pouco da tinta para no futuro utilizá-las em aplicações pequenas como, por exemplo, tampar furos de quadros. Não reservem na própria lata pois estraga a tinta. Utilize garrafas pet bem fechadas;

8º Caso tenham problemas de divergência de cor com essas tintas manipuladas na hora, não deixem de procurar o SAC do fabricante. É um direito seu que lhe ofereçam novos galões de tinta e reembolso da mão de obra para repintura. Portanto, não deixem nunca de guardar a Nota Fiscal.

“É isso aí, pe-pe-pessoal.” Espero tê-los ajudado.

*Por: Aline Ribeiro

 

Curtiu? Compartilhem!

Seguidores

  • Facebook