Nosso Produto

Mesa de Sinuca = Mesa de Jantar

mesa sinuca jantarSolicite um orçamento

Na Linguagem da Decoração

Confira agora os termos e palavras mais usadas na Decoração. Aprenda a língua falada pelos Decoradores e Designers de Interiores.

Acetinado: Acabamento de pintura com um toque de cetim.

Afresco: Pintura temática feita à mão, por artistas, diretamente nas paredes, retratando cenas realistas.

Aglomerado: Placa prensada, composta de serragem compactada com cola e fechada com duas lâminas de madeira.

Alto-relevo: Algo que se projeta fora do plano.

Alvenaria: Paredes e divisões feitas com blocos ou tijolos. A função básica da alvenaria é a divisão dos cômodos de uma residência incluindo a vedação, proteção, resistência mecânica e isolamento térmico e acústico.

Bandô: Barrado de cortina fixada no alto da janela para esconder as ferragens e/ ou mecanismos da cortina.

Barrado: Faixa de acabamento que pode ser em cortinas e colchas com tecidos em composê ou o mesmo tecido. Na parede pode ser uma pintura diferente do resto, ou ainda revestimento colocado nas partes inferiores das paredes.

Boiserie: Revestimento de paredes e portas típico dos séculos XVII e XVIII. São painéis de madeira adornados com relevos.


Boleado: Acabamento arredondado no contorno da superfície de madeira, pedra, plástico ou metal.

Calefação: Aquecimento. Qualquer sistema criado para aquecer a casa.

Composê: Combinação de diferentes tecidos que se relacionem por cores, estampas ou tramas.

Cortina Romana: Estilo de cortina/persiana em que o tecido é dobrado em partes horizontais.

Cortineiro: Peça de acabamento da cortina fixada no teto para proteger e esconder o mecanismo da cortina.

Demão: Cada camada de pintura aplicada em uma superfície.

Dicróica: Tipo de lâmpada cuja luz ressalta os objetos focados. É usada para iluminar quadros e peças importantes da decoração.

Dossel: Estrutura quase sempre de metal que sustenta véus ou tecidos sobre camas ou berços. Torna o ambiente romântico, mas também tem função prática, oferecendo proteção contra mosquitos. Daí também ser chamado de mosquiteiro.

Espelhado: Efeito de espelho.

Futon: Colchão milenar vindo da Ásia e modernizado no Ocidente nos anos 80. Serve também como almofada de diferentes dimensões.

Gesso: Acabamento feito da cal, que pode ser facilmente moldado, utilizado em divisórias de paredes, nichos, forros, lambris, rodameios, rodatetos e apliques.

Isolamento acústico: Tratamento para diminuir o barulho nos ambientes, de modo que este não interfira em outros cômodos.

Isolamento térmico: Tratamento para manter a temperatura nos ambientes, sem que haja troca de temperatura com o exterior.

Laca: Forma de pintura sobre a madeira lisa e sem emendas. Pode ser fosca ou brilhante.

Lambri: Acabamento de parede feito originalmente de madeira e instalado tradicionalmente a meia altura. Hoje em dia, é feito também de gesso ou materiais plásticos.

Laminado de madeira: Chapa fina que pode ter diferentes acabamentos para ser usado como revestimento.

Laminado plástico: Placa de espessura muito fina que reveste móveis em geral. É encontrado em diversas cores e texturas e pode reproduzir os veios de madeiras e imitar materiais como o aço inox.

Laqueação: Ação de laquear criando o acabamento de laca.

Leds: Pequenos pontos de luz, de 3 a 5 mm de diâmetro − luz econômica.

Macho e fêmea: Forma de encaixe entre peças, onde uma é negativa e outra é positiva e assim se conectam.

Madeira-de-lei: Madeira nobre, dura e resistente às intempéries e ao ataque de fungos, brocas e cupins.

MDF: Aglomerado de fibras de madeira que criam uma chapa lisa.

Minimalismo: Estilo arquitetônico onde “menos é mais”. Na decoração, o efeito é de poucos móveis e objetos.

Moldura: Ornamento saliente que serve para decorar paredes e móveis ou, no sentido mais comum, para enquadrar telas, gravuras e até objetos, no caso de moldura-caixa.

Mosquiteiro: Véu de proteção para camas e berços preso ao teto ou em suportes.

Mão francesa: Peça de forma originalmente triangular com finalidade estrutural, como por exemplo, sustentação de prateleira.

Nicho: Espaço definido por um vão em paredes, armários e estantes. Em geral, utilizado para acondicionar livros, porta-retratos e pequenos objetos.

Painel: Estrutura revestida de tecido ou apenas uma placa de madeira, usada para ocultar a fiação ou apenas com função estética, destacando a cabeceira da cama ou proporcionando luz indireta.

Papel de parede: Revestimento de diferentes texturas, cores e estampas para ornamentar paredes.

Pátina: Acabamento em que se raspa, ou lixa-se a pintura para deixar aparente a superfície inferior.

Pé-direito: Altura do chão ao teto.

Pé-direito duplo: Normalmente um pé-direito de aproximadamente 3 metros, um pé-direito duplo é o dobro, aproximadamente 6 metros.

Pés palito: Pés característicos dos mobiliários dos anos 50 e 60, que têm forma de cone bem alongado.

Persiana: Cortina com lâminas na horizontal ou vertical, produzidas em madeira, metal ou plástico.

Pintura artística: Pintura feita por um artista plástico, em telas, paredes ou móveis.

Piso palito: Feito com tacos de madeira, estreitos e alongados, disponíveis em diferentes medidas.

Poliuretano: Material disponível em frisos, placas ou réguas prontas para compor molduras de parede ou lambris, com aplicação rápida e limpa. Parecido com isopor, porém mais rígido.

Prega-macho: Tipo de dobra feita no tecido, comum em saias de berço, cama ou cortina.

Provençal: Estilo romântico francês que remete à vida simples no campo, predominando o branco, ao lado de tons pastel, e acabamento de pintura desgastada na madeira, com ar envelhecido.

Rebaixamento de teto: Quando o pé-direito é diminuído, normalmente com gesso, para tornar o ambiente mais aconchegante.

Requadro: Forma de enquadrar. Em geral, são molduras retangulares ou quadradas de gesso ou madeira, aplicadas em paredes e portas. Comum no estilo clássico.

Retrô: Estilo que remete ao design que marcou época em torno dos anos 50.

Revestimento: Acabamento sobre algum material.

Rodameio: Friso aplicado à meia altura na parede.

Rodapé: Acabamento entre o piso e a parede.

Rodateto: Moldura entre o teto e a parede, em geral de gesso.

Sanca: Moldura de gesso (larga ou estreita) instalada no teto, junto à parede, em apenas uma área ou em todo o entorno, podendo embutir pontos de luz ou oferecer iluminação indireta.

Saia: Barrado de tecido que cobre os pés da cama ou berço.

Spot: Luminária que cria ponto de iluminação direta.

Tábua corrida: Placas de madeiras retangulares e compridas presas sobre o contrapiso.

Vão livre: Espaço sem divisória ou laje que o fragmente.

Vedação: Fechamento, proteção.

Vinil: Material plástico e resistente.

Vintage: Resgate e valorização do que foi moda no século 20, transportado para a decoração dos dias atuais.

Gostou?  Divulgue!

Seguidores

  • Facebook